BLOG DA LIBÉLULA

Networking feminino: como criar uma rede poderosa de contatos e conseguir resultados para a sua carreira

networking feminino
Image by Freepik

Criar uma rede de contatos é fundamental para conseguir se inspirar, criar laços com outras mulheres empreendedoras e alavancar a carreira. Um network bem feito, com pessoas que compartilham dos mesmos valores e interesses que você, vale ouro! Digo isso especialmente sobre o networking feminino, por ser mais difícil de ser construído se comparado ao networking masculino. De acordo com uma pesquisa feita pelo LinkedIn, as mulheres têm 28% menos probabilidade que os homens de ter uma rede sólida de contatos.

Como empreendedora e igualmente residente no exterior, eu precisei redobrar esforços para ser vista e percebida em um país estrangeiro. Aprendi a tecer uma rede de apoio com pessoas que recomendam os meus serviços e confiam no meu trabalho. Também descobri a importância de fortalecer esses laços, de não esquecer de quem me ajudou e de continuar a manter essas relações, mesmo que virtualmente. 

Networking feminino com as estratégias certas 

Muitas das oportunidades que aparecem em nossa vida, libélula, podem ser fruto das relações verdadeiras que construímos. Estas estratégias de networking para mulheres podem te ajudar a criar e ampliar suas relações, atingindo benefícios no longo prazo.

Repense suas relações e o tipo de pessoa que gostaria de se conectar

O primeiro passo é tentar responder às perguntas: quais perfis de mulheres você deseja ter ao seu lado? Quais são as mulheres que te inspiram? Como elas estão situadas no mercado de trabalho? São empreendedoras ou trabalham em empresa? Quais tipos de conversas você desejaria ter com essas mulheres? 

O empoderamento profissional feminino começa com estas reflexões. É preciso encontrar a sua turma, e começar a se conectar com pessoas escolhidas a dedo, que te inspiram e te motivam a ir mais longe. É certamente a melhor forma de vencer os desafios do networking para mulheres.

Conecte-se com pessoas que também enfrentam os mesmos desafios

Uma dica: espelhe-se em mulheres que também estão começando, como você, mas que já estão conseguindo algum tipo de resultado concreto em seus projetos. Pessoas com milhões de seguidores nas redes sociais, ou CEOs de empresa, dificilmente conseguirão tempo na agenda para conversar e aumentar o networking. Comece a conversar com pessoas que provam que qualquer começo é valioso, e que todo passo pode gerar resultados. Lembre-se, também, que quantidade não é qualidade.

Gerencie o seu tempo para cuidar do networking feminino

Quando temos uma rotina cheia de compromissos, fica difícil pensar na manutenção dessas relações. Por isso, é importante bloquear nem que seja 2 horas por semana para tentar ampliar seu networking. Seja ao se conectar com mulheres no LinkedIn ou Instagram e interagir com suas publicações, seja ao simplesmente enviar um e-mail ou WhatsApp para aquela colega, perguntando se está tudo bem e quais novidades ela tem para compartilhar. É essencial bloquear algumas horas em algum dia da semana para fortalecer seu networking feminino: use alarmes e lembretes para não esquecer.

Interesse genuíno pela pessoa, em primeiro lugar 

O interesse genuíno pela pessoa deve ser sempre a porta de entrada. Já recebeu mensagens de pessoas que você não conhece vendendo algum tipo de serviço? Acredito que sim. Mas agora, me diga: qual a chance de você comprar algo de alguém, no mesmo instante, se uma relação genuína não foi criada? 

O mesmo acontece com o networking feminino: relações levam tempo para serem construídas, e quanto maior o tempo e atenção, maior a confiança. Por isso, antes de tudo, mostre interesse pelas pessoas, pelos seus projetos e história de vida. A reciprocidade vai acontecer naturalmente e, aos poucos, você poderá falar sobre si mesma e sobre o que está buscando.  

Faça parte de grupos, encontros e eventos 

Com o tempo que passamos nas telas, esquecemos muitas vezes da importância dos eventos presenciais, que são verdadeiras oportunidades de networking para mulheres. Ao encontrar pessoalmente outras pessoas, você tem a possibilidade de trocar informações, dar risadas e aproveitar todas as interações que o digital não possibilita.

Essa iniciativa também pode partir de você: existem muitos grupos de mulheres empreendedoras nas redes sociais. Por que não sugerir um café com as mulheres que moram na sua cidade? Busque por grupos de pessoas que estejam a enfrentar seus desafios. Por exemplo, se quer se reconverter, busque por “mulheres em reconversão” e veja os resultados. Outra opção é se envolver com comunidades de negócios, grupos de empresários e organizações de mulheres empreendedoras para ampliar seu networking feminino.

Procure igualmente por feiras e encontros presenciais que reúnam pessoas com as quais poderia conversar e obter insights. Por último, leve suas cartas de visita, adicione estas pessoas em suas redes sociais e não perca contato. Ao ser vista e percebida, você permanecerá no radar das pessoas com quem conversou.

Dê atenção à sua imagem pessoal e autoconfiança

Mulheres líderes contam certamente com a ajuda do networking para poderem alavancar a carreira e obter conselhos valiosos. Mas não só! Para que o networking tenha sucesso e dê resultados, é preciso saber como se posicionar, trabalhando a autoconfiança para transmitir segurança em sua narrativa. Liderança e networking andam de mãos dadas.

Afinal, uma rede de contatos profissionais é feita de pessoas: não são só números de telefone, e-mails e redes sociais. Por isso, aprender a desenvolver a sua imagem, soft skills, e ter clareza de onde quer chegar é essencial. É a forma como os outros te veem que fará toda a diferença! 

Como coach certificada e empreendedora na França, posso te ajudar a encontrar caminhos para atingir seu potencial. Vamos trabalhar as suas competências e montar um plano juntas, visando os seus objetivos.

79 / 100
plugins premium WordPress